2021-11-11 12:02:00 Jornal de Madeira

UMa vai ter Centro de Investigação para o Empreendedorismo

A UMa mantém a aposta no empreendedorismo com o projeto INCORE e vai mais longe com criação de um centro dedicado ao empreendedorismo. Será batizado de “Ocean” e virá contribuir para o enriquecimento do ecossistema regional neste espetro.   Decorre no Edifício da Reitoria da Universidade da Madeira (UMa), aquela que é a primeira edição do projeto INCORE – Innovation Capacity for Higher Education in Europe’s Outermost. O evento chama a atenção para a importância que o empreendedorismo ocupa nos dias de hoje e visa congregar os alunos em torno da temática, bem como transmitir-lhes ensinamentos com vista à sua aptidão para que, deste modo, possuam as competências para singrar nesta área. “Este projeto [INCORE] integra-se na estratégia de desenvolvimento do empreendedorismo e inovação da Universidade da Madeira”, disse Elsa Fernandes, vice-reitora da UMa, evidenciando o rasto já deixado neste campo e que se traduz na existência de 17 disciplinas de inovação nos cursos ministrados pela Instituição que representa. Quer isto dizer que “13% dos nossos alunos já têm disciplinas de empreendedorismo”. Ainda assim, na sua ótica, há que elevar este indicador, até porque, sustenta “nós [UMa] achamos que um aluno que sai de uma universidade com uma licenciatura, um curso técnico-superior profissional ou um mestrado deve levar na sua bagagem, não apenas conhecimentos técnicos e científicos, mas também as chamadas ‘soft skills’ e o empreendedorismo”, patenteou. “As competências empreendedoras são competências que os alunos devem levar na sua bagagem”, reiterou, pelo que este projeto se integra “na nossa estratégia de desenvolver o empreendedorismo”. Elsa Fernandes anunciou ainda à comunicação social a criação de um centro de investigação em empreendedorismo, o qual deverá estar pronto em janeiro de 2022. Trata-se de um polo que ficará sediado nas instalações da UMa (na Penteada) e que vem juntar-se ao Gabinete de Transferência de Conhecimento, este último sob a sua alçada e que estabelece “uma maior ligação às empresas, ao tecido regional, ao ecossistema regional”, uma vez que a UMa tem como pretensão apoiar as empresas e trabalhar com elas, “sejam elas de âmbito regional, nacional ou internacional”, explanou. Quanto ao futuro Centro de Investigação, avança Eduardo Leite, docente na Escola Superior de Tecnologias e Gestão da UMa, o «Ocean» – como será designado –, “pretende fazer a ligação para toda a comunidade de uma forma transversal”, não se esgotando a sua utilidade nos cursos de Gestão ou Economia, “mas também nas outras áreas como a das Humanidades”. Palavras que antecederam o começo da conferência que se faz, neste momento, em modo duplo, presencial e online e até bilingue, ouvindo-se o idioma de Camões, mas também a língua inglesa. Destacar, por último, que o projeto INCORE representa um investimento avultado da União Europeia, na ordem de um milhão e duzentos mil euros. Desse valor, para a UMa, foram canalizados cerca de duzentos e cinquenta mil euros.  

Saiba como vai estar o tempo este sábado

2022-01-29 07:15:00 Jornal de Madeira

Doentes de saúde mental discriminados

2022-01-29 06:55:00 Jornal de Madeira

Madeira regista mais uma morte de doente positivo à covid

2022-01-28 20:31:00 Jornal de Madeira

Mais 1.011 novos casos de covid-19 na Madeira

2022-01-28 20:01:00 Jornal de Madeira

Pesquisa

Partilhe

Booking.com

Email Netmadeira