2023-01-25 18:39:00 Jornal de Madeira

Lula da Silva diz que acordo entre Mercosul e UE é prioridade antes de negociar com a China

O Presidente do Brasil disse hoje que a conclusão da negociação do acordo entre União Europeia (UE) e Mercosul é prioridade e sinalizou disponibilidade do bloco debater e firmar um eventual acordo de livre comércio com a China. "É urgente e necessário que o Mercosul [bloco formado pelo Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai] faça um acordo final com a União Europeia. Vamos intensificar nossas discussões com a União Europeia para assinar esse acordo e para que possamos discutir imediatamente um possível acordo entre a China e o Mercosul", disse Lula da Silva durante uma visita ao Uruguai. O chefe de Estado brasileiro disse que o seu país estaria disposto a conversar com o país asiático sobre essa iniciativa promovida pelo Uruguai, e que tem gerado posições divergentes entre os países do Mercosul com clara oposição da Argentina. Em declarações ao lado do Presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, o Presidente brasileiro defendeu a posição do Uruguai em promover esse possível acordo com os chineses e disse que é uma reivindicação mais que justa a intenção uruguaia de defender sua economia e seu povo. “Os pleitos do Presidente Lacalle são mais do que justos. Primeiro porque o papel de um Presidente é defender os interesses do seu país. Segundo, que é justo querer produzir e vender mais", afirmou Luiz Inácio Lula da Silva. O Presidente brasileiro destacou que seu país concorda com as ideias de inovação e abertura do Mercosul apresentadas pelo governante uruguaio, razão pela qual também se referiu ao Acordo de Livre Comércio entre a UE e aquele bloco, pois, em sua opinião, "é necessário renovar o que precisa ser renovado". Já o Presidente uruguaio expressou na mesma conferência de imprensa a sua satisfação com o apoio do Brasil à melhoria do Mercosul e insistiu na necessidade do seu país se abrir ao mundo. "Tentar fazer com todo o Mercosul, basicamente. Acho que entendo perfeitamente que o Uruguai está com suas negociações e não tem nenhum impedimento em informar o que vem fazendo e negociando", afirmou Lacalle Pou. Os chefes de Estado informaram que Brasil e Uruguai vão criar equipas técnicas para ver o que querem e precisam na relação com a China. Além do Mercosul, os dois líderes discutiram questões de infraestrutura como a hidrovia Laguna Merín e Los Patos localizada entre a região do sul do Brasil e o nordeste do Uruguai, além da ponte binacional na cidade de Río Branco e um aeroporto binacional em Rivera. 

Turquia/Sismo: Mais de 11.200 mortos na Turquia e na Síria

2023-02-08 14:06:00 Jornal de Madeira

Ucrânia: Zelensky visita hoje o Reino Unido

2023-02-08 09:13:00 Jornal de Madeira

Pesquisa

Partilhe


Email Netmadeira