2022-11-26 19:54:00 Jornal de Madeira

Carlota Freitas tomou posse na JSD de Santa Cruz

Carlota Freitas tomou posse este sábado como nova líder da JSD Santa Cruz, sucedendo a Ricardo Freitas. José Prada, Bruno Melim e Rafael Carvalho estiveram esta tarde na cerimónia de tomada Carlota Freitas, que ficou marcada pelo apelo à mobilização da Juventude santa-cruzense na construção de uma nova página na história do concelho. Carlota Freitas, a presidente empossada, referiu que a proatividade da Juventude será fundamental para “criarmos uma cidade com mais qualidade de vida onde os jovens possam habitar, viver e constituir família” aludindo ao facto de nos últimos 3 mandatos autárquicos Santa Cruz ter “estagnado”, não se atualizando, modernizando e respondendo aos desafios do presente. “Hoje, não há qualquer projeto de presente para o nosso concelho”, referindo a importância de uma estratégia assente no emprego qualificado e nas novas tecnologias como forma de captação de investimento para o município.” Rafael Carvalho na qualidade de representante da concelhia do PSD Santa Cruz, referiu a importância da formação de quadros e do desenvolvimento de uma política de proximidade, “artes específicas e intrínsecas à JSD” e do papel da Juventude no “despertar das consciências dos mais e menos jovens na mudança necessária”.  “Conto convosco – como, aliás, conto com a JSD/M – para que o nosso Partido saiba, a cada momento e em cada concelho, desenvolver um trabalho mais próximo das pessoas, mais justo e correspondente às suas necessidades e, claro, mais atento e interventivo quanto às novas gerações, que são o nosso futuro”, afirmou, por seu turno, nessa cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos concelhios da JSD de Santa Cruz.  “Conto com a vossa audácia, com o vosso entusiamo e com a vossa garra para mudarmos Santa Cruz, para lutarmos contra o comodismo e para trabalharmos e apresentarmos soluções que resolvam a falta de respostas e de visão que existem quanto aos mais jovens que querem, neste concelho, construir o seu futuro”, sublinhou. Bruno Melim, encerrou a sessão, dizendo que a renovação de quadros é fundamental para que a Autonomia se concretize todos os dias e se salvaguarde as conquistas autonómicas do nosso povo. Numa curta intervenção, o líder da JSD/M referiu ainda os três principais desafios da sua geração: natalidade, transição digital da economia e sociedade e, ainda, participação cívica dos jovens. “Quando olhamos a estes três desafios percebemos que a participação política dos jovens pode ser mais complexa, pelas diferentes solicitações, mas que há um tronco fundamental que é comum: a necessidade de reforçarmos o combate dos problemas do quotidiano e lutarmos pelas soluções que a cada momento parecem corretas, é um sinal de esperança e construção de um presente e futuro que se quer vanguardista, cosmopolita e mais inclusivo”, conclui assim o deputado.

Pesquisa

Partilhe


Email Netmadeira