2022-08-12 13:50:00 Jornal de Madeira

Presidente do PS-M apela à união para as Regionais de 2023

No dia em que foi conhecida a sondagem do jornal Económico, que dá maioria absoluta ao PSD, sozinho ou em coligação nas Regionais de 2023, o líder do PS-M fala tenta motivar os militantes. A mensagem enviada hoje aos socialistas madeirenses omite qualquer referência ao que se passa fora da agenda da direção do partido. Tal como ontem, em que o PS e seus principais dirigentes nada comentaram em relação à notícia sobre a militância de Miguel Silva Gouveia, publicada no JM, também hoje não há qualquer referência à sondagem. Num curto comentário, Sérgio Gonçalves procura mobilizar os socialistas. “Seguimos juntos” afirma o presidente do PS, na afirmação do partido como alternativa de governo para a Região. Gonçalves reconhece que o PS-M tem pela frente “um longo caminho a percorrer até às Regionais” e adverte os militantes que só com união e mobilização de todos é que será possível mostrar as ideias “para construir uma Madeira Melhor”. Aproveita para enfatizar a importância da festa de 28 de agosto, apresentada como “um momento de afirmação” da força, capacidade e compromisso do PS-M. Esta sexta-feira o Jornal Económico apresenta uma coligação nada favorável aos anseios dos socialistas madeirenses. De acordo com os resultados divulgados, o PSD teria maioria absoluta em coligação ou mesmo correndo com listas próprias. E o PS, com Sérgio Gonçalves ou Paulo Cafôfo, teria uma descida significativa para quase metade da percentagem eleitoral obtida em 2019.

Pesquisa

Partilhe

Email Netmadeira