2023-02-01 09:04:00 Jornal de Madeira

Cápsula com material radioativo encontrada nas buscas na Austrália Ocidental

Uma cápsula com material radioativo extremamente perigoso foi encontrada na Austrália onde estava a ser procurada desde meados do mês de janeiro depois de se ter perdido na altura em que estava a ser transportada, disseram hoje as autoridades. "Trata-se de uma boa notícia. Como já tinha dito, foi como encontrar uma agulha num palheiro. Agora os habitantes da Austrália Ocidental já podem dormir descansados", disse aos jornalistas Steve Dwason, responsável pelos serviços de emergência da vasta região australiana. A cápsula tinha sido perdida durante um transporte da empresa mineira australiana Rio Tinto, entre a região de Pilbara - onde a companhia detém mais de uma dezena de pontos de extração - e a cidade de Perth. As buscas concentraram-se sobretudo na via - Great Nortehern Highway - uma autoestrada com mais de 1.400 quilómetros. A cápsula de pequena dimensão (seis milímetros de diâmetro e oito milímetros de altura) continha uma "pequena quantidade" de Cesio-137, uma substância radioativa usada na extração mineira. De acordo com o Departamento de Saúde da Austrália Ocidental, a cápsula perdeu-se na altura em que era transportada de camião entre os dias 10 e 16 de janeiro.   A Agência de Segurança Nuclear da Austrália juntou-se às operações de busca na segunda-feira ativando os mecanismos destinados a proteger a "comunidade dos efeitos nocivos da radiação".  O material radioativo tinha sido colocado no camião no dia 10 de janeiro sendo que o veículo chegou a Perth seis dias mais tarde. No dia 25 de janeiro os inspetores da Rio Tinto aperceberam-se que o recipiente onde se encontrava o invólucro com o material radioativo estava danificado e que a cápsula se tinha perdido durante a viagem. 

Irão: Presidenciais marcadas para 28 de junho

2024-05-20 20:53:00 Jornal da Madeira

Pesquisa

Partilhe

Email Netmadeira