2020-07-12 17:53:00 Jornal de Madeira

Sismo de 5,2 na escala de Richter sentido em várias cidades da Venezuela

Um sismo de intensidade 5,2 na escala de Richter, com epicentro no estado venezuelano de Portuguesa (485 quilómetros a sudoeste de Caracas), foi hoje sentido em várias cidades da Venezuela, inclusive na capital. O sismo, segundo a Fundação Venezuelana de Investigações Sismológicas (Funvisis), ocorreu às 11:08 horas locais (16:08 em Lisboa), a 11 quilómetros a norte da localidade de Biscucuy e a uma profundidade de cinco quilómetros. Vários portugueses e lusodescendentes disseram telefonicamente à agência Lusa que, além de Guanare (capital do estado de Portuguesa), o sismo foi sentido nas cidades de Barquisimeto (vizinho estado de Lara), em Valência (estado de Carabobo), Maracay (estado de Arágua), em várias localidades de Miranda e no Distrito Capital. De momento não há informação de danos pessoais ou materiais. “Estava a ver um filme pela Internet, na televisão, quando o sofá vibrou. Como era [um filme] de suspense, pensei que alguém tentava assustar-me, mas olhei rapidamente e não vi ninguém”, explicou um lusodescendente à agência Lusa. José Francis Soares disse ainda que ficou assustado e que “foi muito rápido, alguns segundos”, mas que se preparou para abandonar o 6.º andar do edifício onde vive em El Paraíso (oeste de Caracas), em caso de se registarem réplicas. Em Caracas, o sismo foi também sentido noutras localidades, entre elas San Bernardino e Los Palos Grandes, no centro e leste da capital, respetivamente. Segundo a Funvisis, este é o sexto sismo sentido na Venezuela desde sexta-feira, dia em que a terra tremeu a nordeste de Socopó (2,6 na escala de Richter, a 15 quilómetros de profundidade), a sudoeste do país e a norte da cidade de Valência (também com 2,7 de intensidade e a 15 quilómetros de profundidade), no centro do território venezuelano. No sábado a terra tremeu em Guiria (3,7, a 24,8 quilómetros de profundidade), a sudoeste e a sul de Capatarida (3,6, a 22,5 quilómetros de profundidade), todas estas no estado venezuelano de Zúlia, no oeste do país.

Emigrante português assassinado na África do Sul

2020-08-04 19:47:00 Jornal de Madeira

Pesquisa

Partilhe

Booking.com

Email Netmadeira