2021-01-14 09:02:00 Jornal de Madeira

Comércio da China com o resto do mundo cresceu 1,9% em 2020

O comércio da China com o resto do mundo aumentou 1,9% em 2020, em relação a 2019, segundo dados publicados hoje pela Administração Geral das Alfândegas. As trocas comerciais atingiram os 32,15 biliões de yuan (4,09 biliões de euros). As estatísticas oficiais mostram que as exportações cresceram 4% no ano passado para 17,93 biliões de yuan (2,28 biliões de euros). As importações, por outro lado, caíram 0,7% em relação ao ano de 2020, para 14,22 biliões de yuan (1,8 biliões de euros). Assim, o excedente comercial foi de 3,7 biliões de yuan (471.961 mil milhões de euros) em 2020, mais 26,7% do que em 2019. Já o comércio com a União Europeia (UE) aumentou 5,3% em 2020, enquanto que o comércio com os Estados Unidos aumentou 8,8% durante o mesmo período. O comércio com o principal parceiro comercial da China, a Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), cresceu 7%. Em dezembro, o comércio internacional da China expandiu-se 5,9% numa base anual, totalizando 3,2 biliões de yuan (407.238 milhões de euros). Durante o mesmo mês, as exportações aumentaram 10,9%, enquanto as importações caíram 0,2%. A Administração Geral das Alfândegas salientou hoje que, durante os primeiros dez meses de 2020, o comércio da China com o resto do mundo representou 12,8% do total mundial, enquanto as exportações atingiram 14,2% nesse período. Estes seriam máximos históricos para a China, de acordo com a mesma entidade, que cita dados próprios e da Organização Mundial do Comércio.

Boeing teve prejuízos de 9.835 ME em 2020

2021-01-27 16:39:00 Jornal de Madeira

Madeira contraria tendência

2021-01-27 09:01:17 Jornal de Madeira

Fortuna dos dez mais ricos cresceu 449 mil milhões

2021-01-25 19:52:00 Jornal de Madeira

Pesquisa

Partilhe

Booking.com

Email Netmadeira