2022-11-24 15:00:00 Jornal de Madeira

Jornalista Maria Virgínia Aguiar homenageada pela Associação de Mulheres Empresariais

A jornalista Maria Virgínia Aguiar, antiga Diretora da RTP Madeira, vai ser homenageada, a título póstumo, pela Associação de Mulheres Empresariais – MEL. Recorde-se que a Associação de Mulheres Empreendedoras da Lusofonia -MEL - é uma entidade que integra o espaço do associativismo português, regular e legalmente constituída e que tem como missão a promoção, o desenvolvimento e o apoio ao intercâmbio de conhecimento, projetos, programas e iniciativas de cariz cultural, social, empresarial, tecnológico e científico, entre mulheres e entidades públicas e privadas, do espaço lusófono. No contexto da sua missão e por deliberação unânime da Direção, a MEL - Mulheres Empreendedoras da Lusofonia irá realizar uma Gala para homenagear, em cada ano, mulheres inspiradoras, cujo percurso de vida tenha resultado numa relevante visibilidade e notoriedade pública. Neste quadro, A MEL instituiu o Prémio de Jornalismo Maria Virgínia de Aguiar, que pretende distinguir, na sua primeira edição, “uma mulher notável da cultura e, acima de tudo, uma mulher ativista e intransigente na defesa da liberdade, dos direitos da mulher e da justiça social”. Conforme rememora esta instituição, Maria Virgínia de Aguiar nasceu em Lisboa, em 1933, e faleceu no Estoril, em 2018. “Foi uma das primeiras mulheres a exercer a profissão de jornalista em Portugal e a primeira mulher a integrar a redação de um jornal. Destacou-se como diretora da RTP- Madeira. Foi, ainda, chefe de redação da Agência Noticiosa ANOP, correspondente de guerra em Angola e cofundadora da revista “Cidade””, pode ler-se na mesma nota. “Foi uma mulher empreendedora e emancipada que enfrentou injustiças e que lutou pela liberdade e pela igualdade de direitos das mulheres”, adita ainda.

Pesquisa

Partilhe


Email Netmadeira