2021-10-19 21:34:00 Jornal de Madeira

Tomada de posse muito concorrida e 'animada' em São Martinho

A tomada de posse do novo executivo da Junta de Freguesia de São Martinho, que ao fim de oito anos muda de ‘mãos’, do PS para a Coligação PSD/CDS, teve casa cheia e ainda algum fervor de ‘batalha’ eleitoral. Marco Gonçalves, o novo presidente da Junta, prometeu “elevar São Martinho ao patamar que merece" e que estará "sempre de porta aberta”. O social-democrata declarou que quer ir além do material, apostando também na dimensão social. Com Pedro Calado na primeira fila, que esta quarta-feira tome posse da presidência da edilidade funchalense, e alguns membros do executivo regional no salão, o novo autarca sublinhou que trabalhará em rede com a Câmara Municipal do Funchal e com o Governo Regional. Na votação para o executivo, com 10 votos a fazer e 9 contra, a cerimónia ficou marcada por uma declaração de voto do PS, lida pela vogal Cátia Pestana. Os socialistas apontaram “a falta de preparação” de Marco Gonçalves por “em cima da hora da assembleia” ter feito uma alteração na lista por forma a cumprir a lei da paridade. Por este motivo, contestaram a lista final apresentada por não ser coincidente com a prometida pelo PSD durante a campanha. “É só um nome numa lista, mas é também uma promessa eleitoral assumida”, considera o grupo do PS. A intervenção da eleita socialista suscitou um bruaá entre os apoiantes da Coligação Funchal Sempre à Frente, com apupos e vozes exaltadas. A resposta aos socialistas foi dada pelo social-democrata Rómulo Coelho, que disse não haver qualquer ilegalidade e acusou o PS de mau perder.  

Madeira regista mais 85 casos de covid-19

2021-12-06 19:09:00 Jornal de Madeira

Pesquisa

Partilhe

Booking.com

Email Netmadeira