2023-11-20 20:36:00 Jornal de Madeira

Roberto Martínez entende que nível português é “o máximo a nível europeu”

O selecionador Roberto Martínez afirmou hoje que o nível futebolístico português atinge o máximo nível europeu, num sistema que “funciona e tem muito êxito”, após garantir a qualificação ‘perfeita’ para o Campeonato da Europa de 2024. Antes da gala Quinas de Ouro, promovida pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), pelo Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) e pela Associação Nacional dos Treinadores de Futebol (ANTF), o técnico espanhol prestou declarações à imprensa. “É um dia de muito orgulho. Gosto muito da nossa formação, que é o futuro e também a razão do jogo de ontem [domingo]. O nosso nível em Portugal é o máximo nível da Europa. Há um sistema que funciona e tem muito êxito. Hoje é uma oportunidade de celebrar isso”, frisou o selecionador, que assegurou uma campanha vitoriosa dos lusos. Na ‘passadeira vermelha’ da cerimónia, Roberto Martínez cruzou-se com Éder, o herói da conquista inédita do Euro2016, com o golo triunfante na final da competição, com a França (1-0), tirando até fotografias juntos, com ânsias de ter um ‘novo Éder’ em 2024. “O Éder representa um sonho e, para nós, é um bom estímulo”, expressou o treinador. Garantida a presença em mais uma fase final, e com apenas uma janela de preparação para a mesma, Roberto Martínez disse que um dos adversários poderá ser revelado “nos próximos dias”, enquanto o segundo rival apenas será definido depois do sorteio. “Gostaria de ver o sorteio antes de decidir o segundo adversário. Temos um adversário que acho que podemos anunciar nos próximos dias. Depois, o sorteio é importante. Os três jogos da fase de grupos são importantes e gostaríamos de preparar os dois jogos de março em relação ao tipo de adversários que vamos enfrentar”, explicou Martínez. Faltando ainda alguns meses para o torneio continental, a lista de 23 convocados que representarão Portugal cria, desde já, tristeza a Roberto Martínez, que considerou que existem mais do que 23 jogadores “com valências importantes para estar na seleção”. “Dá-me tristeza, pois temos mais jogadores com valências importantes para a seleção. É o trabalho mais triste, mas precisamos de o fazer. É importante tomarmos decisões difíceis, que ajudem a equipa a estar preparada para os diferentes adversários que vamos enfrentar. Com tristeza, mas com muita responsabilidade e trabalho”, realçou. Portugal, que marcou presença em todas as fases finais de Europeus e Mundiais desde 2000, fechou pela primeira vez uma qualificação só com vitórias e venceu o grupo com 30 pontos, com um saldo de 36-2 em golos, enquanto a Eslováquia, também apurada, ficou em segundo com 22.

Receção apoteótica em Marienfeld

2024-06-14 07:45:00 Jornal da Madeira

Pesquisa

Partilhe

Email Netmadeira