Estado gasta 9,7 milhões em «vacinas que vão para o lixo»
As vacinas da "gripe A" que chegaram a Portugal para combater a pandemia de 2009 começam a perder a validade em Agosto, refere o Diário de Notícias estimando um desperdício de 9,7 milhões de euros com as doses que terão de ser destruídas.

Dos dois milhões de doses pagos pelo Ministério da Saúde à farmacêutica GlaxoSmithKline (GSK), «apenas 700 mil foram usadas», refere a fonte.

Para as restantes, a única solução passa pela destruição. «São cerca de 9,7 milhões de euros deitados ao "lixo" por 1,3 milhões de vacinas que continuam em stock», concretiza o rotativo.

Diário Digital
Ler mais



Se ainda não gosta de nós no Facebook faça like