Marcelo Rebelo de Sousa tenta "encontrar soluções" para Global Media Group
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, "tem vindo a acompanhar toda a situação" no Global Media Group "há já vários meses" e compromete-se, "dentro dos poderes que lhe estão atribuídos", a fazer "todos os possíveis para encontrar soluções para os problemas" do grupo de comunicação social. Esta tomada de posição surge depois de o Sindicato dos Jornalistas (SJ), mandatado pelos trabalhadores do jornal O Jogo, que se reuniram em plenário no dia 4 de julho de 2019 , ter voltado a alertar o Presidente da República para a situação que se vive no Global Media Group (GMG), com a anunciada reestruturação e despedimentos, devido à alegada situação financeira deficitária. Os trabalhadores de O Jogo e dos outros órgãos de informação do grupo, que detém também DN, JN e TSF, entre outros, desconhecem o atual estado da empresa e as medidas que os órgãos de gestão se propõem tomar,  apesar das várias tentativas para obterem informação. Por essa razão, mandataram o SJ para proceder a este alerta junto de Marcelo Rebelo de Sousa. O SJ já havia alertado o Presidente da República para a situação no GMG em carta enviada a 25 de fevereiro de 2019. Em novembro de 2018, o Global Media Group alterou a data de pagamento dos subsídios de Natal e em janeiro deste ano mudou a data de pagamento aos colaboradores. Mais recentemente, no passado mês de junho, atrasou o pagamento dos salários aos seus trabalhadores. Têm sido várias as notícias dando conta de que, desde janeiro deste ano, está em preparação uma reestruturação que aponta para o despedimento de entre 100 a 200 pessoas, as quais nunca foram desmentidas pela administração da Global Media Group. O receio de despedimentos aumentou quando o acionista macaense Kevin Ho foi entrevistado em Macau e confirmou a reestruturação e o despedimento de trabalhadores sem adiantar, porém, qualquer número.
Ler mais
Fonte: Jornal de Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...