Estudo diz que SIRESP tem falhas inaceitáveis numa rede de emergência e segurança
Os juízes do Tribunal de Contas decidiram recusar o visto ao aditamento contratual, argumentando terem “sérias dúvidas” sobre se as medidas de redundância do sistema de comunicações SIRESP “não constituíam uma obrigação da operadora SIRESP” desde a celebração do contrato inicial.
Ler mais
Fonte: Diário de Notícias da Madeira

2018-11-20 21:59:31
Mostrar mais notícias
Carregando...



Se ainda não gosta de nós no Facebook faça like