O olho, uma porta aberta para o diagnóstico de muitas doenças gerais
Da lista de doenças que o oftalmologista consegue diagnosticar fazem também parte algumas doenças hematológicas, doenças infecciosas, doenças autoimunes, que deixam marcas no sistema visual. “Por vezes, é ao nível do olho que surgem os primeiros sinais de uma doença sistémica. E são esses sinais que o oftalmologista, o único especialista da visão com uma sólida formação médica, consegue identificar”, refere o especialista, que deixa o conselho: “É importante a consulta regular a um oftalmologista não só porque pode ajudar a diagnosticar as doenças oculares, algumas das quais, como o glaucoma e as cataratas que, quando detetadas precocemente, podem evitar desfechos negativos (a cegueira), mas também porque as alterações que muitas doenças sistémicas provocam ao nível visual permitem levantar as primeiras suspeitas sobre um problema que pode vir a ser grave.”
Ler mais
Fonte: Diário de Notícias da Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...



Se ainda não gosta de nós no Facebook faça like