São Roque é uma freguesia com "crescimento económico, paz social e valorização do património"
"Nós temos uma freguesia com crescimento económico, com paz social, com valorização do nosso património" afirmou, este sábado, Pedro Gomes, presidente da Junta de São Roque, no encerramento dos 440 anos da freguesia, ao ar livre, no emblemático miradouro. Pedro Gomes lembrou que a cerimónia foi o culminar das festividades que englobaram, ao longo dos últimos meses, manifestações culturais, desportivas, sociais e gastronómicas, e aproveitou o momento para assinalar o trabalho que tem realizado na freguesia desde 2013, ano em que chegou à Junta. Investimentos e obras, educação e formação, apoio social a vários níveis (bens alimentares, medicação, material escolar e bolsas de estudo, materiais de construção, entre outros), eventos desportivos, visitas culturais, eventos culturais e apoio às festas locais, foram as áreas elencadas em que a Junta tem tido ação. O autarca vincou que tem havido "uma grande preocupação social" e esta será uma área à qual continuará a dedicar atenção. "Nós somos uma freguesia das zonas altas, com espírito de luta, um povo trabalhador que alimenta a sua cidade todos os dias com a força destes homens e mulheres que são uma referência na cidade do Funchal", concluiu. Pedro Ramos, que este ano ‘serviu’ ao Senhor São Roque como mordomo, representou o presidente do Governo Regional no encerramento das comemorações dos 440 anos da freguesia de São Roque. O secretário regional fez um discurso em que enalteceu os últimos 43 anos de Autonomia, da responsabilidade de governos do PSD, salientando alguns setores como o da saúde de que é atualmente o principal responsável .  “Quem tem coragem para mudar esta evolução exponencial?” disse.  Bruno Martins, vereador do Urbanismo, em representação do presidente da autarquia, eleito pela Coligação Confiança, focou, à semelhança do que fez o presidente da Junta de Freguesia do PSD, a atenção da Câmara para com a freguesia, em diferentes domínios, e disse que não é por serem de cores partidárias diferentes que Junta e Câmara não deverão trabalhar em conjunto.    No final, Pedro Gomes agraciou com uma medalha comemorativa Pedro Ramos, Bruno Martins e o pároco José Luís Rodrigues. Na assistência estava também a eurodeputada social-democrata Cláudia Monteiro de Aguiar, natural de São Roque. O dia festivo finaliza com o 'Enterro do Osso', uma tradição que reúne os mordomos da festa de São Roque num grande jantar e convívio (a ter lugar na escola do Lombo Segundo) e representa o encerramento das festividades em honra do padroeiro. "Uma festa fantástica!" disse ao JM Pedro Ramos, que este ano foi desafiado a ser mordomo e, como tal, participou na semana passada nas cerimónias religiosas (missa e procissão).  
Ler mais
Fonte: Jornal de Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...



Se ainda não gosta de nós no Facebook faça like