58ME do CINM foram para Lisboa em 2018”, Miguel de Sousa
Miguel de Sousa foi chamado, por Victor Freitas, esta manhã no plenário madeirense, a explicar a diferença de números que apresentará na véspera acerca da receita fiscal a partir do CINM. O governo regional sempre anunciou que a receita em 2018 fora de 121ME e Miguel de Sousa ontem falara em 64ME. “Ninguém está a mentir. O que se passa é que o IVA daí resultante vai na sua grande parte para o ministério das finanças. Da parte do IVA apenas 2,35 por cento ficam na Região e os restantes, mais de 97 por cento vai para Lisboa”, esclareceu. E é feitas essas contas que conclui que desses 121ME, 58ME vão para o país no seu todo. “O Continente e os Açores sem fazerem nada pelo CINM beneficiam de parte da sua receita fiscal”, reforçou Miguel de Sousa. 
Ler mais
Fonte: Jornal de Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...



Se ainda não gosta de nós no Facebook faça like