Aberto inquérito à morte de funcionária devido a derrocada na Calheta
Hoje, em conferência de imprensa, o presidente do município afirmou que a autarquia se “reserva ao direito de processar criminalmente falsas declarações contra a câmara”, sustentando que todos devem “assumir as suas responsabilidades”.
Ler mais
Fonte: Diário de Notícias da Madeira

2019-03-21 22:00:04
Mostrar mais notícias
Carregando...



Se ainda não gosta de nós no Facebook faça like