Albuquerque destaca recuperação do cais de Câmara de Lobos
E acrescenta: “Não acho que seja possível que o Reino Unido saia já em Março (prazo previsto era a 29), sem medidas cautelares, no fundo, do próprio abastecimento da Grã-Bretanha que depende, no seu dia-a-dia, das importações do continente europeu. Neste momento é um processo mau para a Europa, para todos os países europeus e, sobretudo, é mau para os próprios habitantes do Reino Unido. Neste momento já não se discute o Brexit, mas uma disputa de poder entre as diversas forças do Partido Conservador e do Partido Trabalhista. Esta indefinição pode ter consequências para a queda da Libra, que já aconteceu nos últimos meses em -12% e que, felizmente, não afectou o nosso turismo, mas temos de pensar que temos uma grande comunidade e a maioria integrada, mas temos de pensar no fluxo de turismo inglês”, lembrou.
Ler mais
Fonte: Diário de Notícias da Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...



Se ainda não gosta de nós no Facebook faça like