Álcool contrafeito matou 19 pessoas na Costa Rica
As autoridades costa-riquenhas afirmaram este domingo que 19 pessoas morreram no mês passado por terem consumido álcool contrafeito. Segundo o Tico Times, citado pelo Notícias ao Minuto, o álcool apresentava níveis elevados de metanol. O ministro da Saúde da Costa Rica disse que as vítimas são 14 homens e cinco mulheres com idades compreendidas entre os 32 e os 72 anos. Daniel Salas Peraza alertou contra o consumo de álcool de algumas marcas que já testaram positivo para a presença de uma elevada concentração de metanol. As marcas em causa são a Guaro Montano, Guaro Gran Apache, Aguardiente Estrella, Aguardiente Barón Rojo, Aguardiente Timbuka e Molotov Aguardiente. A CNN revela que o governo da Costa Rica já confiscou mais de 30 mil garrafas suspeitas de estarem contaminadas.
Ler mais
Fonte: Jornal de Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...



Se ainda não gosta de nós no Facebook faça like