Homem de 25 anos acusado de matar grávida de oito meses à facada em Londres
Uma mulher de 26 anos, foi brutalmente assassinada no passado dia 29 de junho. O caso, relatado pelo SOL citando o DailyMail, passou-se na Raymead Avenue, de madrugada, no sul de Londres, quando a jovem perdeu a vida de forma bárbara. O bebé, Riley, foi arrancado do útero da mãe durante a realização dos factos criminosos e viria a morrer três dias depois, no hospital. Durante a investigação policial, dois homens – de 37 e 29 anos – foram detidos, mas agora surge um novo nome no caso que está a chocar o Reino Unido. Aos 25 anos, Aaron McKenzie está acusado de ter esfaqueado Fauvrelle e, consequentemente, ter provocado também a morte do filho desta. Oriundo de Peckham – aproximadamente a 34 minutos da residência da vítima mortal –, foi detido na passada quinta-feira e encontra-se sob custódia das autoridades do centro de Londres. A mesma publicação sublinha que, antes de engravidar, os médicos tinham informado a trabalhadora do Sindicato dos Trabalhadores da Comunicação de que este cenário seria extremamente improvável na medida em que se suspeitava de que estava a desenvolver cancro do colo do útero. Ao Daily Mail, os familiares de Fauvrelle adiantaram que, desde que soube que ia ser mãe, “estava sempre a sorrir”.
Ler mais
Fonte: Jornal de Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...



Se ainda não gosta de nós no Facebook faça like