UE “seriamente preocupada” com agravamento da situação
Segundo a agência da Nações Unidas para os refugiados, mais de quatro milhões de pessoas já saíram do país, desde 2015, com mais de um milhão destes a terem fugido desde o passado mês de novembro, em resultado da grave crise económica e social.
Ler mais
Fonte: Diário de Notícias da Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...