Refugiados em Angola queixam-se de “detenções arbitrárias” e “discriminação”
Na segunda-feira, os refugiados em Angola iniciam uma “Semana de Reflexão sobre os Quatro Anos da Lei 10/15 de 17 de junho sobre o Direito de Asilo e Estatuto de Refugiado” pedindo a sua “implementação urgente”.
Ler mais
Fonte: Diário de Notícias da Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...