Ébola: OMS suspende vacinação numa localidade da RDCongo após ataques
A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou hoje que suspendeu temporariamente a vacinação contra o Ébola em Butembo, no noroeste da República Democrática do Congo (RDCongo), após os recentes ataques armados contra centros de tratamento da doença. A OMS suspendeu várias atividades em Butembo enquanto avalia as condições de segurança, entre as quais a vacinação, o acompanhamento de pessoas que estiveram em contacto com doentes e ações de sensibilização da população em diversas comunidades, afirmou o porta-voz da OMS, Tarik Jaserevic. No mais grave dos ataques àquela localidade morreu um epidemiologista que havia sido enviado pela OMS a esta localidade para apoiar os esforços de controlo da atual epidemia de Ébola. Segundo a mesma fonte, a organização decidiu, no entanto, manter em funcionamento os centros de resposta face ao Ébola e as ambulâncias, vem como todas as atividades relacionadas com os enterros em condições de segurança para evitar a transmissão do vírus nas cerimónias. Butembo é um dos principais focos de transmissão da doença, que afeta desde agosto as províncias congolesas do Kivu Norte e de Ituri. A OMS está a avaliar que medidas adicionais deve tomar para garantir a segurança de todos os que frequentam os centros de tratamento do Ébola, incluindo os pacientes, os funcionários de saúde e o pessoal da OMS que é enviado para o país. Este surto de Ébola é o mais grave na história da RDCongo, tendo-se já registado 1.317 casos e 855 mortes.
Ler mais
Fonte: Jornal de Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...