Militares portugueses envolvidos em confrontos durante três dias
“Estas ações ocorrem após os violentos combates que se iniciaram no passado dia 10 e depois se estenderam a Bokolobo, principal bastião e posto de comando do grupo rebelde ex-Seleka UPC (União para a paz na República Centro-Africana), 60 quilómetros a sudeste de Bambari”, lê-se na nota.
Ler mais
Fonte: Diário de Notícias da Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...