Israel deteve mais de 900 menores desde o início do ano
A Sociedade de Prisioneiros Palestinianos acusa Israel de ter aprovado uma série de leis desde 2015 que permitem deter e processar palestinianos de 14 anos, bem como condenar a penas longas acusados do lançamento de pedras.
Ler mais
Fonte: Diário de Notícias da Madeira

Mostrar mais notícias
Carregando...



Se ainda não gosta de nós no Facebook faça like