Benfica SAD diz que MP insiste na “busca errada e não sustentada” da sua responsabilização no caso ‘E-Toupeira’
“A decisão é contraditória quando afirma que no caso concreto os crimes que estão imputados ao arguido Paulo Gonçalves nada têm a ver com o prosseguimento do interesse e objeto de ente coletivo”, sustenta o recurso do MP, acrescentando que a SAD ‘encarnada’ deve ser responsabilizada por violar “o dever de vigilância”.
Ler mais
Fonte: Diário de Notícias da Madeira

2019-07-15 21:06:21
Mostrar mais notícias
Carregando...



Se ainda não gosta de nós no Facebook faça like